sábado, 12 de outubro de 2013


Capítulo 10

Rebeca não podia acreditar no que estava ouvindo.
- O quê?... Professor você só pode estar enganado! Eu? Dupla desse idiota?
- Rebeca você é a melhor aluna da classe! – justificou-se o professor.
-Ta! Mas... Não tem outra pessoa?
- Alguém menos temperamental talvez! – provocou David.
- Sinto muito Rebeca, mas ele está com as notas muito baixas e você é a única que pode ajudá-lo! – disse o professor irresoluto.
Rebeca saiu furiosa da sala e David foi atrás dela.
- Ei! Espera aí parceira!(risos) – brincou ironicamente.
- Olha aqui! – ela virou-se autoritária – é melhor você fazer isso direito porque eu não vou me prejudicar por causa de um idiota como você!
- Você que manda parceira! – respondeu ele..
- E NÃO ME CHAMA DE PARCEIRA! – gritou ela furiosa.
No dia seguinte, estava tudo pronto para a excursão. Rebeca mal podia acreditar que por causa de David não iria ser parceira de Pedro. Ao chegar perto do ônibus, percebeu que ele ainda não tinha chegado.
- Rebeca, você viu sua dupla? – perguntou o professor – ele ainda não apareceu!
“Aquele irresponsável!”. Pensou ela. O professor anunciou que só faltava um minuto pra partir. Rebeca estava muito nervosa.
- E ai parceira? – ouviu uma voz se aproximar.
Respirou fundo. Virou-se bruscamente.
- Como pôde chegar atrasado seu imbecil? – ela vociferou. 
- Calma ai! – ele defendeu-se rindo.
- Esse é o pior dia da minha vida! - ela exclamou com raiva.
No acampamento, o professor anunciava às duplas que iriam explorar a trilha:
- Nicole e Henrique, Julia e Tomás, Lucas e Viviane, Pedro e Raquel e Rebeca e David. Peguem todo o equipamento: câmera fotográfica, bloco de notas, mapas... Podem começar!
Todas as duplas se dispersaram para a trilha designada pelo professor. E depois de explorarem, todos deveriam voltar para o lugar marcado para passarem a noite.
No caminho, David e Rebeca discutiam sobre a direção que deveriam tomar.
- É por aqui! – disse Rebeca.
- Não é não! – David rebateu.
- É sim! A bussola está apontando para o norte! – argumentou ela.
- Mas o mapa diz que não!
- Ah é? E quem disse que o mapa está certo?
- Homens sempre usam mapas!
- Ah, então os homens sempre estão certos?
-... Claro! – respondeu. Num tão machista que Rebeca odiava.
Rebeca resolveu se acalmar. Sentou-se para beber água. Depois de uma hora andando, estava exausta e morta de sede. Porém, ao olhar sua garrafa, viu que estava vazia.
- Minha água! – com raiva ela se dirigiu a David – David você bebeu minha água?
- Não!... Meus pés estavam sujos!
- Você usou minha água pra lavar os pés? – gritou ela – E agora como nós vamos beber água?
- Bebe no rio!
- Eca! Aquela água está cheia de bactérias!
- Eu não me importo!
- Deve ser porque a água é tão porca quanto você! – falou Rebeca furiosa.
Depois, já se aproximava a hora das duplas voltarem, porém, Rebeca e David não se entendiam.
- Admita! Estamos Perdidos! – disse Rebeca vendo David ler o mapa enquanto caminhavam.
- Não estamos perdidos! – ele respondeu não querendo dar o braço a torcer.
- Estamos sim! Admita que esse seu mapa idiota não serve para nada!
- Não estamos perdidos!
- Ah não? Estamos andando a meia hora!
- Olha aqui, não estaríamos perdidos se não fosse aquela sua bussola inútil! – ele a encarou.
- Então admite que estamos perdidos! – ela o provocou vencedora.
- Sim, e a culpa é sua!
- O que? Eu? Você é que quis dar uma de machista!... - ela se indignou - Quer saber? Eu vou procurar o caminho sozinha! – determinou virando-se para o caminho oposto.
No entanto, viu que havia pisado em uma enorme e nojenta poça de lama.
- Esqueci de dizer que tinha um poço de lama na sua frente! – falou David rindo irônico 
Rebeca então com raiva, chutou a lama toda contra ele. E riu ao ver ele todo sujo. David então, se agachou e pegando um punhado começou a se aproximar de Rebeca.
- O que você vai fazer David? – ela afastou-se com medo.
Porém, quando David ia em direção a Rebeca para atacar a lama, não viu que estavam indo em rumo a uma enorme vala, e sem perceber, Rebeca caiu.
David rapidamente agarrou a mão dela com força. Ela olhou-o com desespero, tentando se segurar a ele.
- Segura firme! – gritou David. Vendo que a mão da garota já estava escorregando.
- Por favor... Não me solta... – ela implorou, quase como um suspiro.

15 comentários:

  1. Nossa eu amei esse capitulo!!!
    posta logo o 11 por favor!!!*_*

    ResponderExcluir
  2. Esses dois sao muito engraçados kkkk
    amei esse final muito emocionante!!!
    ansiosa pelo proximo capitulo *_*
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Esse final, ai meu deus, esse final.
    Próximo cap por favor!!!!
    Eu insisto

    ResponderExcluir
  4. É possível que na minha primeira visita ao seu blog eu já tenha me apaixonado pelo David? Amei David e Rebeca *-* E to doida pra ver a continuação

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz k esteja acompanhando a historia*_*
      volte sempre!!!!

      Excluir
  5. "Você que manda parceira!" Aushuahsa' e ele ainda provoca... Admito que minha passada por aqui hoje foi mais rápida e que eu meio que só peguei esse capítulo, mas olha... bastou para perceber que você manda super bem com a escrita!

    Parabéns por isso e pelo blog incrível. Segui também, môre!

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg pelo elogio!!!
      so tento fazer o melhor k posso...*_*

      Excluir
  6. Olá, já estou seguindo o seu blog. Sempre que atualizar, avise-me que eu venho ver!

    Abraços - Junior
    www.artigodeopiniao.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, amei o capitulo, muito bem escrito!

    http://newsdayoff.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Amei!!
    Você escreve muito bem já pensou em fazer um livro?
    Beijos
    http://meninadivadamodaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir