domingo, 6 de outubro de 2013


Capítulo 6

Rebeca tratou de entrar em casa em silêncio para que o pai não acordasse. Subiu as escadas na ponta dos pés, e entrou no quarto. Quando deitou na cama, não conseguiu evitar que as lágrimas caíssem. O encontro pelo qual tinha sempre sonhado, se transformou em um pesadelo. ”Aquele idiota vai me pagar!”. Pensou. Mas, não podia fazer nada, pois sabia dos sentimentos de Raquel por ele, e ela nunca a perdoaria.
No colégio, Rebeca contou a Viviane o que tinha acontecido.
- Ele nunca mais vai querer falar comigo! – disse Rebeca desolada.
- Eu só não entendo o porquê o David fez isso! – falou Viviane intrigada.
- Ele é um idiota! Com certeza só estava querendo estragar tudo pra mim! Eu o odeio!
- E o que disse a Raquel?
- Que eu não me senti bem, e tive que sair mais cedo do cinema. Ela gosta do David. Eu não quero que ela se decepcione.
No treino na quadra do colégio,  David só conseguia pensar no que tinha feito. Ele não entendia o porquê tinha tido aquela atitude. ”Eu não posso estar gostando dela. Ela é só uma patricinha metida!”. Pensou. Mas de alguma forma aquilo o incomodava. E estava tão envolto em seus pensamentos, que nem percebeu quando Pedro se aproximou.
- Cara, aquela garota de ontem... – começou Pedro.
David percebeu que ele estava falando de Rebeca.
- Acho que vou sair com ela de novo... – continuou ele – Ela é tímida, mas dá pra se divertir - riu-se com malicia.
David, então, irou-se e empurrou Pedro com força, saindo transtornado. Todos olharam sem reação. Pedro correu atrás dele sem entender.
- Qual é a sua, cara? – gritou Pedro – O que você tem com essa garota?
David virou-se e ameaçou.
- Não se mete com ela! – E saiu.
Depois, no vestiário, os amigos de Pedro falavam sobre a briga.
- Que surra hein cara! – riu-se Tomás com tom debochado.
- Esse cara se acha! Quem ele pensa que é? – disse Pedro com raiva com os olhos fixos em algum ponto.
- Só o cara que te "dexo" assim – respondeu Henrique sentando-se ao lado dele - e tão dizendo por ai que ele é o maior pegador daqui!
- Cara, isso é só fama! Eu sou muito mais que ele! - Pedro vangloriou-se, com raiva.
- Então prova!... Duvido que consiga “conquistar” uma garota em duas semanas! – propôs Tomás.
- Ah não! Mas não pode ser qualquer garota, tem que "cê" das difíceis! Senão não ia ser um desafio pro Pedro - Henrique provocou batendo sobre as costas dele rindo.
- Apostado!... E eu já sei até que garota vai ser... 
Pedro sabia que se quisesse atacar David teria que ser por Rebeca.
Ao chegar em casa, o pai de Rebeca quis falar com ela.
- Filha, eu já sei que você saiu escondido ontem à noite! Eu liguei para a mãe de Raquel, e ela me disse que você saiu... Aonde você foi? – a indagou.
- Pai... – Rebeca suava frio.
- Onde estava? – insistiu.
- É... Eu estava no cinema... – confessou.
- Com quem? Rapazes por acaso?
- Não, apenas amigos pai... - falou com medo - Vai me deixar de castigo?
-... Não.
A resposta de seu pai quase a deixou sem palavras. Como seu pai podia ter tido aquela reação? Desde que sua mãe morreu, ele tinha se tornado muito rígido com ela. Sentiu que algo estranho estranho estava acontecendo.
No dia seguinte, Rebeca estava arrumando seus livros no armário, quando Pedro chegou. Ela se assustou e derrubou todos no chão. Cordialmente, ele os pegou e devolveu a ela.
- Oi Rebeca – cumprimentou simpático.
- O... Oi Pedro! – tentando disfarçar o nervosismo.
- É... Que eu queria saber se não gostaria de sair de novo comigo? - aproximou-se com um sorriso no rosto.
- De... De novo? – respondeu ela tremendo.
- Claro! Então, pode ser hoje à noite?
- Tudo bem!
Quando Pedro saiu, Rebeca imediatamente foi contar a Viviane, sem saber, que David tinha visto tudo.
Na saída do colégio, Rebeca saía, quando sentiu algo puxá-la.
- Rebeca, eu preciso falar com você! – disse David com o rosto sério.
- Olha, eu não vou falar com você! Não vou estragar o meu dia!
- Claro! Porque vai sair com o Pedro não é?
- Isto não é da sua conta! – ela respondeu tentando ir embora.
- Espera! – disse ele pegando em seu braço. Ela voltou o rosto bruscamente  
- Rebeca, o Pedro não quer nada com você! Ele não gosta de você, ele só quer se divertir!
- Isso não é verdade! Ele não é assim!
- Confia em mim!.. – falou olhando fixamente para ela.
De repente, ao sentir os olhos dela nos dele, ele não pôde evitar perceber o quanto eram lindos. Com a luz do sol parecia que seu cabelo brilhava ainda mais. Desceu lentamente para os lábios que não podiam ser mais vermelhos.
- Ele não merece você...
Ela pôde perceber que algo na voz dele parecia haver mudado. Um grande silêncio se fez entre os dois, Rebeca olhou em seus olhos sem expressão alguma. David, então, colocando a mão em seu rosto, se aproximou.

11 comentários:

  1. Aii que suspense não vale kkkkkkkk
    esta cada capitulo melhor!!!
    amei

    ResponderExcluir
  2. Oi Érika! Adorei a sua Web novela, vou favoritar aqui, pra poder acompanhar!
    Obrigada pela visitinha no blog, só que eu parei com o projeto ENEM, porque não estava dando conta das postagens, mas de qualquer forma, obrigada pelo carinho!

    Beijos, Garotas Comuns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obg pelo comentario!!! *_*
      Espero que acompanhe e ki goste

      Excluir
  3. Amei o capitulo!!!
    cada capitulo fica melhor!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, passei um tempão lendo!!
    Adorei, continuo depois!
    Beijos - gritos-em-vao-oficial.blogspot.com.br ♥--♥ Te espero lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero ki tenha gostado *_*
      visito assim que tiver tempo pode dexa

      Excluir
  5. Não li os outros capítulos, mas está ficando ótimo. Beijão <3

    www.detalhesamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Wow amei este capitulo! Por favor que venham mais *-*`

    Kiss,
    Kellyanne
    www.scream-of-beauty.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é só acompanhar!! *_*
      obg pelo comentario

      Excluir
  7. GENTE,O PEDRO É UMA CANALHA MESMO?
    SÉRIO ISSO?
    ANSIOSA

    ResponderExcluir