sexta-feira, 22 de novembro de 2013


Capitulo 38

David saiu. Determinado a esquecê-la. Mais uma vez o havia rejeitado. Alguma coisa em seus olhos dizia que o queria tanto quanto ele, mas não podia ignorar o que sua boca dizia. Decidiu que não iria mais tentar convencê-la.
Rebeca permanecia no mesmo lugar. Agachada no chão chorava. Lágrimas que pareciam dilacerar. Tinha conseguido o que queria. Ele nunca mais ia querer vê-la, porém, sentia uma grande dor.
De repente a porta de seu quarto se abriu. Era Raquel. Tinha vindo disposta a discutir, mas ao ver Rebeca agachada chorando, estremeceu.
- Rebeca... O que aconteceu? – perguntou ela perplexa.
- Raquel! – Rebeca disse contente em meio ao pranto.
Esqueceu-se de toda a briga e abraçou forte sua amiga. Chorou em seus ombros como se nada houvesse passado. Raquel não entendia o que estava acontecendo, mas não teve coragem de repeli-la.
- Me perdoa Raquel... – falou Rebeca enquanto a abraçava mais forte. Distanciou-se e olhou-a – eu tenho que te contar...
- Não precisa – interrompeu-a Raquel – Viviane já me contou tudo... Por que não me disse antes?
- Eu sabia o quanto você gostava do David! – respondeu ela.
- Eu... Também tenho que dizer algo... Eu combinei com a Nicole de me vingar de você...
- Eu sei – a voz de Rebeca saiu definitiva.
- Você sabia? – falou Raquel surpresa – e... Por que não me entregou?
- Por que você podia ser expulsa!
Raquel ficou em silêncio por um instante. Percebeu o quanto egoísta tinha sido. Abraçou Rebeca de volta.
- Me perdoa Rebeca...
No dia seguinte, Nicole veio falar com Raquel. Falou-lhe que já sabia a melhor hora de colocar o pen drive. Teria uma apresentação no teatro da escola onde todos estariam lá. Seria a hora perfeita.
Depois, após chegar a hora da apresentação, todos se dirigiram para a sala de teatro. Nicole pegando em Raquel saiu em silêncio e foi para os corredores. Ao chegarem a sala delas, Raquel hesitou:
- Nicole não sei se é o certo... Eu não posso fazer isso com a Rebeca! – falou ela com medo.
- O que? Vai dar pra trás agora?... Você é mesmo uma covarde! Mas não é só a você que isso interessa. Quero a Rebeca expulsa pra ficar longe do David de uma vez! – pegou o pen drive da mão de Raquel – se você não quiser fazer isso, eu faço!
Raquel parou por um instante. Estava sem saída.
- Está bem! – respondeu Raquel – volta pro auditório pra que ninguém perceba! Eu vou colocar o pen drive na mochila dela.
- É melhor mesmo! 
Após a apresentação, o diretor foi até sua sala. Procurou em todos os lugares, mas não conseguiu achar o pen drive. A secretária afirmou que o pen drive havia sumido desde o dia anterior. 
- Mas uma das alunas acabou de dizer que foi um dos alunos, senhor!
-E quem seria esse?
- Na verdade não sei senhor, a aluna em questão não me disse, nem deu sua identificação, apenas ligou-me na secretaria! - afirmou a senhora.
O reitor decidiu então, procurar nas bolsas de todos os alunos para achá-lo. Não considerava isso uma medida cabível, mas necessária.
A secretária passou em todas as classes acompanhada do diretor. Quem fosse pêgo com o objeto seria imediatamente expulso. Chegou a vez da classe de Rebeca. Nicole sorria triunfante. Raquel estava nervosa. A assistente revistou todas as bolsas minuciosamente.
Já Havia revistado a metade das carteiras. Era a vez de rebeca. Tirou todas as suas coisas da mochila. Nicole quase não se continha de alegria.
- Nada! – falou a secretária firmemente.
Nicole estremeceu. Como não haviam achado nada? Raquel tinha colocado! Foi sua vez de ser revistada. Tiraram todas as suas coisas e entre seu caderno foi achado o pen drive.
- Aqui está! – disse a assistente!
- O que? – Nicole mal podia acreditar no que estava ouvindo. Olhou pra Raquel com raiva – foi você! Sua...
- Venha comigo Nicole! – ordenou o diretor.
- Não diretor... Foi a Raquel... Foi ela! – gritou Nicole enquanto Raquel e Rebeca riam.
O diretor pareceu involúvel. Nicole lembrou, então, de Henrique.
- Senhor, eu posso provar! Foi o Henrique que entrou na sala! - apontou para ele.
- O que? – falou Henrique surpresa por ela o ter entregado.
- Foi ele! Diretor eu posso provar! – insistiu Nicole.
- Reitor... – exclamou Julia levantando-se – o Henrique só entrou na sala por que ela mandou! Ela queria colocar na bolsa da Rebeca!
- Cala boca Julia! – gritou Nicole.
- Nicole e Henrique... Venham comigo! – ordenou o reitor.
Todos da sala começaram a comentar depois que eles saíram.
- Vocês viram a cara dela? – riu Raquel.
- Gostei de ver Raquel!– falou Viviane.
No dia seguinte, á tarde na casa de Raquel, Rebeca e ela conversavam:
- Senti falta das nossas tardes do sorvete, sabia? – comentou Raquel.
- Eu também! Emagreci uns três quilos! – afirmou Rebeca.
As duas riram.
- Eu... Já soube o que o Pedro fez pra você – falou Raquel. Rebeca mudou a expressão – ele é um idiota!... Você ainda pensa no David?
- Não! Claro que não! – respondeu ela surpresa com a pergunta.
- Não precisa mentir Rebeca, eu sei que gosta dele – Raquel de repente desviou o olhar – como eu fui cega! ...O jeito que ele te olhava... O jeito que ele sempre te olhou... Rebeca, você tem que falar com ele!
- Eu não posso! Ele... Ele nunca vai me perdoar!
- É claro que vai! Ele gosta de você! Não viu o jeito como ele te defendeu na briga? – comentou Raquel em tom de admiração.
Rebeca sorriu. Porém, em seu íntimo, sabia o quanto o havia magoado. 

6 comentários:

  1. Amei esse capitulo a Nicole teve o que mereceu kkkk
    continue postando
    bjs

    ResponderExcluir
  2. to amando essa novela!!!
    continue postando!
    beijo

    ResponderExcluir
  3. achei esse capitulo super legal
    to amando essa web!!!

    ResponderExcluir
  4. que bom que elas voltaram a se entender:)
    me avisa sempre que atualiza, ok?
    bjs

    ResponderExcluir
  5. eu perdi essa semana to desesperada pra ler os outros pra entender hehe
    bjs

    ResponderExcluir