quinta-feira, 5 de dezembro de 2013


Capitulo 47

- O que foi?... – perguntou Rebeca confusa – o que aconteceu? – levantou-se.
David parou sério olhando para o lado. Aproximou-se dela colocando a mão em seu rosto. Beijou sua testa com firmeza.
- Nada!... Eu tenho que ir! – saiu rapidamente.
Rebeca encostou-se a árvore pensativa.
No dia seguinte, na escola, Raquel guardava seus livros quando de repente veio em sua mente Pedro. E o beijo que a pegou de surpresa. Da mesma maneira com que esse pensamento a assaltara. Lembrou-se do jeito que caminhou até ela. Como a defendeu. Será que ele realmente estava arrependido?
Foi interrompida por Nicole que a encarava maliciosa.
- Sabe Raquel... – começou ela cinicamente – eu estava me perguntando... Por que será que mentiu sobre o Pedro ser um amigo distante ontem na festa! – se aproximou – E porque teria que esconder isso... Ou melhor, de quem!
- Não sei do que está falando Nicole... Eu apenas disse para deixar a identidade dele em segredo para fazer surpresa!
- Sei... – respondeu Nicole desconfiada – aposto que a Rebeca não sabe não é? Ela vai adorar saber! – saiu.
Raquel disparou um olhar furioso em direção a Nicole. Mas de qualquer jeito teria que contar pra Rebeca. E era melhor que essa verdade saísse de sua boca.
Sheyla entrou na casa de David como de costume para pegar os instrumentos. Reparou que ele estava sentado, calado com as mãos no queixo olhando um ponto específico.
- O que foi? – perguntou o interrogando – aposto que é a Rebeca, não é?
- Não vai acreditar no que ela me contou... – levantou a face contrito – o pai dela, o Sr. Paulo... É o advogado de acusação do meu pai e do sócio dele...
- Não acredito! – Sheyla mostrou o rosto surpreso.
- Sempre venho tentando fugir do meu passado... – ele fechou os pulsos firmemente – quem diria que ele me perseguiria até aqui!
- Não David! – ordenou ela – não pode deixar mais o seu pai te impedir de ser feliz! Já chega de fugir! Não pode mais negar o que sente pela Rebeca...
- Tem razão... – olhou sério outro ponto – não vou deixar isso me atrapalhar... Eu gosto da Rebeca como nunca gostei de alguém antes. E vou falar para ela toda a verdade! – decidiu-se.
Viviane viu Raquel pensativa no refeitório. Raquel lhe cotou tudo que Nicole havia dito. 
– Você tem que contar pra Rebeca! – aconselhou Viviane.
- Acha que ela vai se magoar? – perguntou Raquel insegura.
- Você conhece ela! Ela vai te perdoar por ter mentido! 
- O Pedro pediu pra que fôssemos amigos...
- Não acredita nele Raquel, você sabe que ele só quer conquistar a Rebeca!
- Eu sei... – Raquel respondeu cabisbaixa – eu só não consigo parar de pensar no que aconteceu ontem...
- Você... Não está gostando dele, não é? - a outra a examinou desconfiada.
- Claro que não!... – defendeu-se  – não inventa Vivi!
A campainha da casa de David tocou. Ao ver Rebeca, ele levantou-se bruscamente.
- Você não me ligou David... Eu só queria entender o que aconteceu que você teve que sair ontem... – Rebeca falou olhando-o.
- Eu tenho que te contar uma coisa Rebeca – ele pegou nas mãos dela aproximando-a.
- O que foi? – indagou-o Rebeca sem entender.
- Eu tenho que te contar sobre o meu pai!... – ele fixou nela o olhar sério – ele é Sergio Martins...
- Eu ouvi esse nome em algum lugar... – Rebeca tentou lembrar-se – ...Ele está envolvido no caso do meu pai!... – completou surpresa.
- Ele... Está sendo acusado junto com o sócio de ter desfalcado os milhões da empresa... E seu pai é o advogado de acusação!
Rebeca afastou-se surpresa. Levou à mão a testa.
- Agora eu entendo porque ele é contra o nosso namoro... - ela exclamou aturdida.
- Rebeca... - ele aproximou-se cauteloso e inseguro - eu juro... Que eu não sou como meu pai! E eu estou disposto a  te provar isso! - fixou nela o rosto sério.
- Eu acredito em você David! - adiantou até ele - e não importa o que o meu pai disse, eu não vou desistir de você! 
- Nem eu! - ele afirmou com um sorriso leve.
Ela lentamente aproximou o rosto do dele, que por sua vez, beijou-lhe com intensidade a juntando para si.   Rebeca surpresa sentiu ele levantá-la, riu extasiada. Sentiu-se feliz como nunca.  Como se apesar de tudo estar contra o que estava vivendo, não ia deixar nada impedi-la de viver aquilo.
Raquel encontrou-se com Pedro na sala de teatro.
- Quer ajuda com o cenário?... Parece pesado! – ele ofereceu-se tentando pegar as montagens.
- Não precisa... Obrigada! – Raquel falou ríspida.
- O que foi?... Eu só quero ajudar! Não somos amigos? - ele sorriu-lhe simpático.
- Pedro não sei se isso é certo... Eu te agradeço muito por ter me defendido e sido meu par na festa, mas... Não quero esconder isso da Rebeca!
- Eu já disse que estou arrependido...– ele pegou um lado do cenário -  Confia em mim! .
Ela olhou fixamente para ele. Pegando o outro lado.
À noite, David estava fazendo um show em um clube. Rebeca estava na platéia torcendo. Após o show, Rebeca estava conversando com Sheyla. De repente, viu uma garota se aproximar de David. Parecia uma jovem bem madura. Com longos e lisos cabelos pretos. Vestida sensualmente com couro preto.
David pareceu surpreso ao vê-la, como se a conhecesse. 

3 comentários:

  1. Nossa amei o capitulo!!!
    ansiosa pelo proximo!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. iiiii axo que vai rolar briga ae hehe
    to adorando flor continua!
    xoxo

    ResponderExcluir
  3. gostei do capitulo!
    e esse final promete!!!
    bjs

    ResponderExcluir