quinta-feira, 26 de dezembro de 2013


Capitulo 64

David não podia acreditar na audacidade do pedido de seu pai.
- Quer que eu minta pra você no julgamento? – David o encarou com certa indignação.
- Veja bem... – Sergio disse se aproximando – poderia voltar para Espanha comigo! Ter uma vida melhor do que essa! – falou com desdenho.
- Não preciso de nada seu!... Se não percebeu eu não sou igual a você!... Não passa de um criminoso vestido em ternos importados!
As palavras de David o magoaram profundamente.
- Eu só fiz o que fiz para defender seu futuro! – seu pai se defendeu -  Descobrimos que nosso outro sócio iria desviar uma grande quantia das empresas! Eu fiz isso para prover que tivesse um legado!
- Não finja que se importa comigo! Você só fez isso por você! – David gritou com raiva – não precisa se preocupar eu não vou testemunhar contra você! Mas não me peça pra mentir a seu favor... Não há mais nada o que fazer aqui! – apontou com o braço a porta.
Seu pai saiu calmamente, mas dentro de si se sentia muito mal pela rejeição de seu filho.
Após contar tudo que tinha acontecido a Pedro, Rebeca se sentia melhor.
- Obrigado Pedro... Por me ouvir! – ela agradeceu sorrindo com certa tristeza – é muito bom poder conversar com alguém!
- Rebeca eu só quero provar que eu estou arrependido... – disse ele – me dá uma chance... Só como amigo, nada mais!
- Pedro... Eu estou muito confusa agora... – Rebeca respondeu cabisbaixa.
- Eu entendo! – Pedro sorriu compreensivo.
Rebeca olhou-o com outros olhos naquele momento.
- Eu tenho que ir! – Rebeca despediu-se saindo rapidamente.
 Pedro olhando-a sair, pensou que finalmente estava conseguindo a confiança dela.  
Depois, os companheiros de banda de David, Sheyla e Wine, estavam em seu apartamento.
- Então quer dizer que vai ter que fugir mais uma vez? – Sheyla o encarou aflita.
- Sim... – David respondeu sério, encostado a parede com os braços cruzados. Parecia pensativo.
- Eu não acredito que vai fugir novamente! – Sheyla disse indignada – e a Rebeca? Já disse a ela?
- Sim...
- Você gosta dela David! – Sheyla afirmou.
- Eu sei! E é por isso que eu tenho que ir! – ele falou com certa raiva – não posso deixar que a machuquem! – torceu os pulsos.
- Nós vamos com você! – ela falou firmemente.
- Não! – David se aproximou – eu não vou deixar vocês fazerem isso!
- Somos uma banda! Não podemos nos separar!
- Agora é perigoso Sheyla! – ele olhou-a fixamente – não podemos arriscar! Eu não quero tirar a oportunidade de vocês tocarem no show! – David sorriu tentando esconder seus sentimentos.
Sheyla abraçou-o forte. Ele era como um irmão para ela, não suportava a ideia de ficar longe dele, mas sabia o quanto ele era cabeça-dura.
- Quando você vai? – ela o indagou.
- Só o tempo de descolar a grana para sumir daqui! – ele respondeu sorrindo.
Rebeca estava em seu quarto, havia pensado bastante. Não conseguia acreditar que David a tinha enganado.
Quando fechava os olhos só conseguia vê-lo, dizendo que não a amava. Não conseguia suportar a dor que estava sentindo. Lembrava que algum tempo atrás, estava em seu quarto, dormindo sobre o colo de David, quando descobriu sobre a doença de seu pai. Se sentiu tão segura em seus braços. Mas era tudo uma mentira. Ele iria embora e nunca mais voltaria. Se esqueceria dela.
Sheyla foi até a casa de Pâmela. Entrou sem avisar.
- Preciso falar com você Pâmela! – falou ríspida.
- Ah que bom que você veio Sheyla! Eu queria mesmo falar com você sobre o empresário espanhol!
- Nós não vamos precisar de um empresário, o David não vai fazer o show! – cruzou os braços a encarando – mas acho que sabia disso, não sabia?
- O que quer dizer com isso? – Pamela perguntou séria.
- Eu tenho quase certeza que você armou tudo isso pro David ter que fugir! Era isso o que você queria o tempo todo! Você sempre foi uma interesseira! Queria que ele voltasse pra Espanha com você, não é? Pra que ele volte pra casa do pai dele e você aproveite o dinheiro dele!
- Eu? Tem certeza que sou eu que me aproveito do David? – a rodeou sorrindo maléfica.
- Eu não vou cair na sua conversa!... Pode apostar que não importa se o David voltar pra Espanha, ele nunca vai voltar com você! A única garota que ele gosta é a Rebeca! – sheyla afirmou com raiva.
- Tem certeza? – riu Pâmela.
Sheyla saiu furiosa enquanto sentia a vitória da outra sobre si. Pâmela agora já sabia que David iria fugir como planejara. E sabia que iria conquistá-lo com facilidade.

3 comentários:

  1. Que raiva dessa Pamela!!!
    To adorando a cada capitulo que leio, viciei nessa web hehe
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá:)
    Estou adorando acompanhar!!! Muito legal, parabéns pelo trabalho
    Beijinhos
    www.my--bookshelf.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. To amando acompanhar seu blog!
    Já tem novidades no blog!

    Beijos
    http://blogdabellas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir