sexta-feira, 10 de janeiro de 2014


Capitulo 73

Rebeca sentiu como uma pontada em seu coração. David parecia estar bastante ferido. Seu rosto, envolto por um respiradouro, estava cheio de sangue. Rebeca correu até ele desesperada.
- David! – tentou aproximar a mão da maca. Mas foi impedida por um dos enfermeiros.
- Afaste-se, por favor – disse ríspido – temos que levá-lo pra sala de cirurgia!
Saíram apressados. Rebeca sentiu-se sem chão. Não tinha palavras ou qualquer pensamento. Sentou-se ainda com a mão elevada a boca. De repente, o medo de perdê-lo a assaltou.
Aproximou-se aflita de uma enfermeira que preenchia alguns papeis.
- Por favor, enfermeira, pode me dizer o que aconteceu? – ela a encarou suplicante.
- Bem, parece que ele sofreu um acidente de carro! – ela explicou sem tirar os olhos dos documentos - foi encontrado perto da divisa do estado, provavelmente queria chegar a rodoviária!
Rebeca então pensou que ele devia estar fugindo quando sofreu o acidente. A enfermeira pegou a carteira que haviam encontrado no bolso de David e mandou que a secretária ligasse para alguém da família dele. Antes, porém, de entregá-la, viu algo que a surpreendeu.
- Você é familiar da vítima? – ela a indagou intrigada.
- Como? – Rebeca perguntou confusa.
- Eu achei isto na carteira dele!
Rebeca estremeceu ao ver sua foto. Uma lágrima se rompeu.
- Sou... – tremeu – a namorada dele! – completou decidida.
Enquanto isso, Pedro deixou Raquel em sua casa. Ela agradeceu rapidamente. Saiu do carro.
- Espera! – ele saiu atrás dela.
Ela parou por um instante.
- Eu não sei como te pedir isso Raquel... – levou às mãos a cabeça – mas eu preciso que vá a um jantar na casa dos meus pais...
- O que? Não... Eu não posso mais fazer isso! – Raquel saiu determinada. No entanto foi barrada por ele.
- Eu sei que eu estou pedindo demais... – desculpou-se – mas é que os meus pais nunca valorizaram o que eu fiz e pela primeira vez eles se orgulham de uma atitude minha!
- Pedro... – ela balbuciou. Sabia que ele exercia certo poder sobre ela.
- Por favor – sussurrou amigavelmente – eu preciso de você! – apertou suas mãos fortemente.
- Precisa de mim? – ela se surpreendeu olhando-o estática.
- Claro – sorriu – aliás... Agora você é a minha melhor amiga!
Raquel baixou o olhar. Levantou-o séria.
- Me desculpa!... Não posso te ajudar nessa! – respondeu fria saindo em direção a casa.
Passavam-se horas. Rebeca não conseguia aguentar a dor que sentia. Mesmo sabendo que ele não a amava, sabia que se algo acontecesse a ele não poderia viver. Seria como se uma parte dela fosse retirada.
O médico finalmente apareceu. A enfermeira lhe falou sobre Rebeca. Ele então se aproximou dela.
- Você é a namorada de David Martins? – perguntou em tom sério.
-... Sim! – ela respondeu como que saindo de um transe. Levantou-se bruscamente – como ele está?
- Sinto dizer, mas as noticias não são promissoras. Ele sofreu traumatismo craniano com a queda. Não vou negar, a situação não é nada boa. Teve escassez de oxigenação no cérebro e tudo consta que teremos que operá-lo.
- O meu Deus! – Rebeca rompeu-se em lágrimas.
- Por enquanto não temos previsão de quando ele pode recuperar a consciência!
- Ele... Pode nunca mais acordar? – ela sentia uma vertigem enorme a tomar.
- Pode, também como não pode. Tudo vai depender das próximas horas. Se tudo estiver bem, nós o operaremos e então teremos que esperar pra saber como ele vai reagir.
- Salve ele... Por favor, doutor! – ela suplicou.
- Nós faremos tudo que estiver ao nosso alcance... Eu garanto! – saiu em direção as salas.
Ela não podia acreditar no que estava acontecendo. Ele estava entre a vida e a morte.
No dia seguinte, no colégio, Nicole veio até Raquel no refeitório.
- Eu soube da sua briga com a Rebeca!
- Nossa! As noticias aqui correm rápido! – comentou olhando para a comida.
- É por isso que você esta assim? – perguntou preocupada.
- Não... O Pedro quer que eu vá a um jantar na casa dos pais dele!
- Mas isso é ótimo! – falou exasperada – mas por que esta assim então?
- Por que os pais dele pensam que eu... Sou a namorada dele! – afirmou séria.
- O que? – Nicole gritou. 

4 comentários:

  1. Eu amei o capitulo nossa que dó da Rebeca, tomara que o David se recupere!
    to amando...
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei o capitulo!!!
    Tomara que o David fique bem logo...
    beijos... continua!

    ResponderExcluir
  3. Nossa eu quero muito que a Raquel fique com o Pedro!
    bjs

    ResponderExcluir