segunda-feira, 27 de janeiro de 2014


Capitulo 85

Após os dois haverem sido expulsos do clube. O empresario veio até Pâmela.
- Sinto muito, mas não vou poder contratar a banda!
- O que? Como assim? Achei que ia me fazer esse favor! - Pâmela olhou-o confusa.
- Não há nada que eu possa fazer, não vou poder contratar alguém assim! - saiu.
- Espera! Ricardo! - ela o chamou, porém ele não lhe deu ouvidos.
Pâmela vidrou os olhos de fúria ao lembrar-se de Rebeca.
Os olhos de Rebeca encaravam David em tom de confusão. A verdade, é que tinha sentido o sangue ferver ao vê-la sendo maltratada por aquele homem. Olhou-a firmemente. Estava perfeita como sempre. Apesar dos cabelos bagunçados. Como queria poder senti-la perto do seu corpo naquele momento. Beijá-la. Esse desejo o assaltou de imediato. Respirou fundo.
- Só fiz isso... Pra retribuir o favor de ter me defendido na sala do diretor! - respondeu friamente. Notou a face dela confranger-se em decepção. Sorriu - não pensava que eu sentisse algo por você não é? - colocou a mão sobre o queixo dela.
Rebeca se perguntava como ele podia lhe dizer essas palavras. Era um cínico. Um hipócrita.
- É claro que não! - ela falou firme retirando a mão dele bruscamente - e fique sabendo... Que eu também não sinto nada por você, entendeu?
Rebeca tentou sair, mas sentiu-se ser impedida pelo braço dele. "Espera Rebeca!". Ela ouviu-o dizer perto do seu ouvido. Sua voz a fez estremecer.
Ela voltou-lhe a face trêmula. Os rostos ficaram próximos um do outro. Ele retirou os cabelos que teimavam em cair sobre a testa dela.
- Fica muito linda de coelhinha, sabia? - ele sorriu suavemente. Ajeitou o arco de orelhas de sobre a cabeça dela.
Ela levantou os olhos grandes e azuis até os dele. Sentiram a respiração ficando acelerada. Um forte calor emanava do corpo dele. Rebeca o fixava sem deter-se ou envergonhar-se. Queria-o. Mesmo lutando contra aquele sentimento, não podia negar.
David, então, afastou-a de seus braços calmamente. Apenas ele sabia o quão difícil era manter-se controlado perto daquele rosto.
- Eu não posso!... - ele fechou os olhos fortemente.
Ela saiu imediatamente magoada. Ao avista-la indo, David bateu os punhos sobre o muro com força. Sentia-se como um covarde por fazer isso com ela.
- David! - ouviu Pâmela aproximar-se - o que foi? - ela reparou em sua face transtornada.
- Nada, vamos embora! - apenas disse firme colocando a capacete da moto.
Após chegarem ao apartamento de Pâmela, ela o convidou para entrar.
- É melhor não! - hesitou inquieto.
- Mas eu podia te ajudar a relaxar um pouco! - ofereceu-se rodeando-o com os braços.
- Pâmela, você sabe o que eu sinto pela Rebeca! - fixou nela o olhar sério.
- Enquanto isso... Ela te engana com o Pedro! Você não vê que ela estava com ele esse tempo todo? Até mesmo quando namoravam?
- Não! Ela nunca faria algo assim!... Eu até disse isso para magoar ela mas eu sei que ela me ama!
- Isso é o que você pensa!
- Não quero mais falar nisso!- ele rebateu fortemente retirando os braços dela.
- Não sei como ainda pode defender essa garota depois do que ela fez! Ela destruiu a chance da gente estar fora do país agora!
- O que? - ele a interrompeu confuso - ...Fora do país?
- Sim! - ela animou-se. Pôs as mãos sobre o rosto dele - o Ricardo ia nos contratar no estúdio dele na Espanha!
- Você não tinha me dito nada sobre isso!
- Eu sei mas... - ela estranhou a reação dele - qual o problema?
- Não entende que eu não posso sair do país? - David a encarou com raiva.
Ele não podia dizer o verdadeiro motivo de ter que ficar no Brasil.
- Como assim? Era o que você mais queria! - ela o indagou confusa.
- Não importa! Eu te disse que não ia fugir!... - ele acalmou-se -...Acho melhor a gente não se ver mais Pâmela! - completou frio.
- Mas David... Eu só fiz isso pelo teu bem!... Eu te amo! - olhou-lhe aflita. Pegando-lhe a face o beijou intensamente.
Ele afastou-a de si. Montando na moto, arrancou com grande velocidade.
Pâmela enfureceu-se de imediato ao ver seus planos saindo do controle. Uma face obscura a dominou.

5 comentários:

  1. Fiquei até com medo agorakkkk
    Nossa esses dois nao se intendem msm!
    to amando a historia, continua!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá Erika!
    Obrigada pela visita no meu blog, estou te seguindo também!
    Não pude ler toda a história agora, mas por esse capítulo já vi que você escreve muito bem! Pretendo voltar com mais tempo para conferir!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. To amando a historia flor!
    avisa la sempre que tive post novo eu venho ver!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Esses dois sao lindos!!!
    Continua a web que ta muito boa a historia, parabens flor pela criatividade a cada capitulo que eu leio me emociono mais!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Poxa vida, só cheguei no capítulo 85! :/
    Confesso que não li,pois nãosto de começar uma história pela metade, mas vou procurar o capítulo 1! rsrs
    Super incentivo continuar a escrever, de qualquer forma!
    Estou seguindo!
    Bjoss

    http://www.fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir