quinta-feira, 20 de março de 2014


Capitulo 121

A onda de suspeitas e hipóteses ainda continuava naquela mesa.
- Mas se a Pâmela escondeu do Alex sobre a quantia... O que será que ela está armando?
- Talvez ela planeje fugir com o dinheiro! Assim ela escaparia do Alex! – sugeriu Nicole, o que iluminou a mente de Raquel.
- Quer saber? Acho que eu sei como nos vingarmos daqueles dois! – afirmou Raquel veemente.
Todas surpreenderam-se com a proposta. Ouviram com atenção.
Rebeca, porém, chegando a casa, não escondia sua aflição. Mais dúvidas circulavam sobre sua cabeça. Pâmela havia recebido essa quantia por que motivo? Não podia acreditar que David estivesse sendo subornado, mas ele mesmo havia dito que testemunharia a favor de seu pai. Porém, ele possuía um medo nos olhos quando pediu que ficasse longe de Carlos.
Cada vez mais isso a deixava confusa.
Todo o colégio comentava sobre a festa de formatura, que seria na sexta. Raquel preparava os enfeites no salão de festas. Julia e Viviane também ajudavam.
- Raquel... Eu vou ali com a Viviane pra pegar mais plumas! – pediu Julia disfarçando.
- Tá bem... Mas voltem rápido! Só temos até sexta! – respondeu afobada sem desviar-se do que estava fazendo.
Após Julia e Viviane deixarem o salão, Julia adiantou-se:
- Preciso falar com você!
- O que foi? – a outra a encarou sem entender.
- A Raquel conversou comigo... Ela tá realmente apaixonada pelo Pedro!... A gente tem que ajudar ela!
Viviane cerrou os olhos ouvindo compenetrada o plano de Julia. Concordou com a ideia.
Rebeca ouviu o celular tocar lhe tirando de seus pensamentos. Era Pedro.
- Alô? – ela atendeu simpática.
- Oi Rebeca... Eu estava pensando se não quer sair comigo pra dar uma volta, sei lá...
- Eu realmente gostaria Pedro! Mas meu pai me deixou de castigo! – revirou os olhos inconformada – vou ficar em casa pelos próximos cem anos!
- Tudo bem! – ele riu -... Quer ir comigo a festa de formatura na sexta?
-... Claro! Eu ia mesmo te convidar! ... Sabe, todo mundo pensa que a gente tá junto, então... A proposito! Eu gostaria de te agradecer! Você tem sido meu melhor amigo agora... Obrigada por ter ficado comigo no hospital!
- Sabe que eu faria qualquer coisa por você! – Pedro arfou, podia-se sentir em sua voz uma certa decepção – até mais Rebeca!
Rebeca despediu-se desligando.
Sabia que Pedro tinha sentimentos por ela, mas era impossível, pois Raquel o amava. Além do mais, sentia dentro de si, que nunca seria capaz de esquecer David totalmente.
Como a vida era engraçada. Há algum tempo atrás, quase morreria de felicidade ao saber que Pedro gostava dela. Se as cartas tivessem ido para ele ao invés de David, talvez...
Deitou-se tentando esquecer-se de tudo. Não importava. Logo estaria longe do país e todos poderiam seguir com suas vidas.
Faltava apenas um dia para a festa de formatura.
No colégio, Pedro foi em direção a Tomás que estava arrumando suas coisas no armário. Pedro viu então, Nicole aproximar-se de Tomás.
- Oi Tomás!... Fiquei sabendo que vai sozinho na festa! – ela debochou.
- É! Não sei por que, mas a Raquel desmarcou comigo!
- Acho que está falhando no que quer, não é? Não se esqueça do que vai acontecer se perder a aposta! – Nicole provocou.
- Isso não vai acontecer! Escreve o que eu estou dizendo! Eu vou conseguir conquistar a Raquel, eu vou ficar com ela na festa! – Tomás afirmou decidido.
Mal sabiam eles que Pedro ouvira tudo.
Finalmente a formatura chegou. O salão estava repleto de pessoas com vestidos longos e elegantes ternos.
Rebeca chegou acompanhada de Pedro. Vestia um belo vestido longo. Nicole, Raquel, Henrique, Julia, Viviane e Lucas também chegaram. Logo foram para a pista de dança. Rebeca estava com seus amigos quando observou surpresa David aparecer. Era incrível como estava atraente, apesar de estar vestindo um terno preto um pouco gasto. Ela estremeceu ao ver que ele estava acompanhado. Uma de suas inúmeras admiradoras pensou irritada. Não queria incomodar-se, porém, a verdade que não podia negar era que se importava.
- Eu vou tomar um pouco de ar! – ela afirmou a Pedro.
- Você esta bem? – perguntou ele preocupado.
- Não... Não é nada! É só um pouco de tontura!
Foi até o jardim do colégio. Estava todo iluminado. Subiu em um pequeno coreto improvisado. O vento batia suavemente sobre seu cabelo, levantando levemente as pequenas mechas que lhe saíam do coque.
Enquanto isso, Pâmela saía de seu apartamento. Planejava fugir aquela mesma noite, seria o melhor. Sabia muito bem o que aconteceria. Contou novamente o dinheiro, seria o suficiente para se mantiver bem na Espanha. E se precisa-se, chantagearia Carlos por mais.
Rebeca ouviu passos atrás de si. Pensou ser Pedro, porém reconheceu aquela voz surpresa.
- Por que não está aproveitando a festa? – David perguntou a examinando de costas para ele.
Ela fechou os olhos. Sua presença a incomodava ao extremo. Sentiu ele aproximar-se mais.
- Está muito linda hoje!
Sua voz a inebriou. Quis sair dali, no entanto, simplesmente não conseguia.
Ele a examinou. Estava exuberante, apesar da tristeza que carregava nos olhos. Adiantou-se, ficando a um palmo de distancia.

7 comentários:

  1. que lindo essa cap! To louca pra que eles fiquem juntos logo!
    to amando a hisotria , muito boa :)
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Amei o capitulo! É verdade que a web ja ta acabando? To adorando acompanhar, se vc fizer uma outra é só colocar o link la no blog que eu comcerteza vou acompanhar!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Acabo de ler e ja quero ler mais! Esse final foi lindo, posta mais!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Esses dois sao lindos, tomara que eles voltem logo!
    continua postando ta muito boa a web!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa to louca pelo proximo! só por essse final ja fiquei ansiosa!
    Posta logo! eu to amando acompanhar a historia!

    ResponderExcluir
  6. Fiquei muito impressionado quando li a introduçao, vc manda muito bem na escrita, parabens pela criatividade!
    Ja estou acompanhando...
    Curti ja a fan page do blog, muito boa!

    ResponderExcluir